Beleza do coco aproveitado na arquitetura

As pastilhas fabricadas com a casca do fruto são ecologicamente corretas e dão um toque moderno aos projetos.

Um produto dispensadas pela indústria de alimentos, as casas de coco são muito bem aproveitadas na arquitetura. A partir delas, são fabricadas pastilhas naturais que têm forte apelo estético e já caíram no gosto dos decoradores e arquitetos. Artesanais, ainda são ecologicamente corretas, pois a matéria-prima é natural, o que resulta em baixo impacto ambiental. “Os revestimentos são produzidos a partir da casca dura do coco e apresentam diferentes acabamentos. É um processo artesanal de escala industrial”, explica Rossana Rech, diretora administrativa da Coconut Art, empresa do Rio Grande do Sul, que produz e distribui seus produtos por todo o Brasil.

Cores e acabamentos

As tonalidades das pastilhas dependem do coco utilizado. As empresas confeccionam o revestimento a partir da parte interna ou externa da casca – cada uma proporciona um efeito diferenciado. As provenientes da casca exterior são mais escuras e convexas; já as retiradas da parte interna apresentam tonalidade clara e são côncavas. “Além disso, a cor pode variar de acordo com as regiões de onde são extraídos os cocos e a idade deles. Os mais novos, por exemplo, apresentam tonalidades mais claras”, explica Rossana. As empresas oferecem acabamentos diversos. Para quem prefere manter a textura natural da matéria-prima, há pastilhas rústicas e trançadas (fibras entrelaçadas). Há ainda a opção pelas peças polidas, ideais para compor superfícies que precisam ser lisas, como pisos e bancadas.

Fonte: Revista Casa e Construção